Desempenho dos candidatos a prefeito (a), coeficiente eleitoral, os ataques ao STF dentre outros assuntos; por Alcir Rocha

17 de novembro de 2020

Dr. Alcir Rocha, advogado, professor da UESPI e controlador da Câmara de Vereadores de Guanambi, faz uma leitura dos episódios das eleições 2020.

Ainda no clima das eleições municipais, Neide Lu e Alcir Rocha, advogado, falaram sobre o transcorrer do pleito deste ano. Dentre outros assuntos, Rocha discorreu sobre o desempenho dos candidatos, coeficiente eleitoral, os ataques ao STF dentre outros assuntos.

Sobre o coeficiente eleitoral, que é uma espécie de cálculo matemático que define quem é eleito ou não, o advogado esclarece que o cálculo não é uma simples forma de colocar quem teve mais votos na Câmara de Vereadores e sim promover uma participação igualitária, promover uma variedade de partidos participantes do legislativo brasileiro o que, segundo o bacharel, é melhor para a sociedade essa variedade de ideias promovidas pelos candidatos e é melhor para a democracia essa pluralidade de partidos com ideologias diferentes.

Alcir observa que houve uma renovação na Câmara de Guanambi, a exemplo da eleição de mais uma mulher. Rocha também coloca que esse avanço das mulheres na Câmara faz parte de uma política que possa atender a todos os interesses da sociedade e, consequentemente acontece, também, uma adequação da política aos novos tempos e a nova geração.

Sobre os ataques e a demora na apuração dos votos por parte do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o advogado esclarece que o órgão eleitoral fez uma tentativa de apuração dos votos com lançamento dos dados das urnas diretamente nos servidores do TSE, fazendo com que houvesse agilidade na citada apuração. Neide citou se não deveria criar um sistema alternativo ou um “Plano B”, porém Alcir pontua que haveria discrepância nos dados dos diferentes sistemas, o que causaria atritos entre os candidatos, partidos e coligações com o TSE gerando, inclusive dúvidas sobre a apuração e os dados refinados das eleições.

Sobre esse ponto, Alcir destacou os ataques ao TSE orquestrados por grupos que, segundo o próprio órgão colegiado, teriam origem em pessoas que colocam em xeque a fidelidade dos números nas eleições. Nesse ponto, Alcir pontuou que esses ataques partem de pessoas que não aceitam a votação da forma que está e que pretendem retornar ao modelo antigo de votação que é arcaico e corre riscos maiores de fraudes.  Neste ponto, Rocha diz que é preciso um maior aperfeiçoamento dos sistemas e  maior proteção aos bancos de dados do TSE.

Dr. Alcir faz também uma análise dos resultados das eleições de Guanambi pontuando o resultado da candidata Valda do PT, do candidato Jairo Magalhães e da vitória de Nilo Coelho e Nal.

Ouça a entrevista na íntegra ou clique aqui para assistir a live da entrevista.

 

 

De acordo à Lei 9.610/1998, que trata sobre os direitos autorais, não é permitido à propagação desta entrevista ou fragmentos, em outros veículos de comunicação, bem como em redes sociais, sem a solicitação de autorização a este veículo de comunicação.

Por Willian Silva – Portal Fala Você Notícias 

Entre em contato conosco 😊

Travessa Cincinato Fernandes 265
Centro, Guanambi - Bahia